Caravanas da região confirmam presença na Superleite 2016

828b56f5-0e5d-4518-a48d-4e8f5900925e

Pompéu voltou suas atenções para a realização de mais uma edição da Superleite, maior evento do agronegócio da região Centro-Oeste, realizada pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Pompéu, entre os dias 20 e 23 de julho, no Parque de Exposições. A feira chegou a sétima edição com o apoio da Emater/MG – Regional Curvelo na realização de diversas atividades para o produtor rural e público em geral. A vinda de caravanas com produtores de várias cidades da região já é uma tradição do evento. Neste ano, não podia ser diferente: mais uma vez, com a efetiva participação Emater/MG, o produtor rural se faz presente ao evento.

O órgão estadual apoia a Superleite desde a primeira edição com a mobilização de milhares de produtores rurais residentes nas 28 cidades que compreendem a unidade regional.  O trabalho da Emater junto à Superleite vai além da mobilização de participantes. O trabalho se estende à seleção dos animais nas propriedades rurais até a exposição na feira e no torneio leiteiro.

Milhares de produtores participam da programação que conta com uma palestra especial ministrada por um profissional da Emater/MG. A equipe local, além de acompanhar produtores com orientações técnicas ao longo do ano, também se mobiliza com a realização de atividades e exposições durante a feira, fazendo com que o maior número de produtores rurais conheçam o trabalho realizado no meio rural em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Pompéu (SPRP).

Confira as cidades que confirmaram participação na Superleite 2016 por meio de caravanas de produtores rurais: Abaeté, Araçaí, Augusto de Lima, Biquinhas, Buenópolis, Caetanópolis, Codisburgo, Corinto, Curvelo, Dores do Indaiá, Felixlândia, Inimutaba, Joaquim Felício, Lassance, Martinho Campos, Monjolos, Morada Nova de Minas, Morro da Garça, Paineiras, Paraopeba, Presidente Juscelino,  Papagaios,  Ibiaí, Pirapora, Serro, Ritápolis  Várzea da Palma, Três Marias, Serra da Saudade e Santo Hipólito.

Deixe uma resposta