Capital Mineira do Leite

Pompéu possui 733 propriedades rurais produtoras de leite, somacapitalndo 34.907 vacas ordenhadas, com eficiência produtiva de 3.120 litros/vaca/ano, superando a média estadual de 1.463 litros/vaca/ano e a nacional 1.237 litros/vaca/ano. Resultado este que confere ao município um alto grau de especialização na atividade.

Tecnologia de Produção

Mais de 95% do leite produzido em Pompéu é obtido pelo sistema dordenha-2e ordenha mecânica, que em sua maioria é do tipo “Circuito Fechado”, aonde o leite vai direto ao tanque sem entrar em contato com o ambiente, assegurando maior produtividade, higiene e conferindo qualidade superior ao produto. O leite produzido em Pompéu, em sua totalidade, é acondicionado em tanques de expansão e resfriados na própria propriedade, mantendo a qualidade, uma vez que a temperatura mais baixa inibe a multiplicação das bactérias e há menor possibilidade de contaminação. O sistema de tanques comunitários é utilizado pelos pequenos produtores.

Características Raciais

O rebanho leiteiro de Pompéu é em grande parte da raça Girolando, proveniente do cruzamento da raça Holandês (Europeu) com a Raça Gir (Zebu). Atualmente em Pompéu, o gado leiteiro possui em média, grau de sangue com ¾ Holandês e ¼ Gir, conferindo um gado produtivo, padronizado e bem adaptado ao clima e relevo da região.

A raça Girolando, além de ter conjugado a rusticidade do Gir e a produção do Holandês, adicionou características desejáveis das duas raças em um único animal, fenotipicamente soberano, com qualidades imprescindíveis para alta produtividade leiteira nos trópicos.
Qualidade do leite produzido

Um leite de boa qualidade deve apresentaras seguintes características:leite

1) Sabor agradável;2) Alto valor nutritivo;3)Ausência de micróbios que causam doenças, de substâncias contaminantes e de resíduos como: antibióticos, carrapaticidas e pesticidas, adição de água e sujeiras como
pêlos, esterco, urina, cabelo e outros;4)Reduzida Contagem de Células Somáticas
(CCS), que é uma característica indicadora
da sanidade da vaca;5) Baixa carga microbiA qualidade do leite produzido em Pompéu é fruto de um manejo sustentável, com alicerce na genética, tecnologia e aprimoramento das técnicas de produção, cuidados sanitários, vacinações e, sobretudo, a preocupação contínua do produtor com a saúde do rebanho e a higiene na exploração leiteira, bem como, a aplicação de medidas de controle para evitar a contaminação dos animais e do leite.

Pompéu um fenômeno nacional!
grafico

Pompéu é o maior produtor de leite do Brasil. Dentre os 853 municípios mineiros, Pompéu é a campeã absoluta na produção de leite. Em 2015, foram 136 milhões de litros. Entre 1997 e 2007, a produção leiteira de Pompéu, surpreendemente cresceu 136%, ou seja, mais do que 3 vezes a taxa de crescimento da produção brasileira, e mais do que 4 vezes o crescimento da produção mineira neste mesmo período.

Deixe uma resposta